A Vigília Pascal

Na noite, em que Jesus Cristo passou da morte à vida, a Igreja convida os seus filhos a reunirem-se em vigília e oração. Na verdade, a Vigília pascal foi sempre considerada a mãe de todas a vigílias e o coração do Ano litúrgico. A sensibilidade popular poderia pensar que a grande noite fosse a noite de Natal, mas a teologia e a liturgia da Igreja adverte que é a noite da Páscoa, «na qual a Igreja espera em vigília a Ressurreição de Cristo e a celebra nos sacramentos» (Normas gerais sobre o Ano litúrgico, 20). No texto do Precónio pascal, chamado o hino “Exsultet” e que se canta nesta celebração, diz-se que esta noite é «bendita», porque é a «única a ter conhecimento do tempo e da hora em que Cristo ressuscitou do sepulcro! Esta é a noite, da qual está escrito: a noite brilha como o dia e a escuridão é clara como a luz». Por isso, desde o início a Igreja celebrou a Páscoa anual, solenidade das solenidades, com um vigília nocturna.

Continue Lendo...

Comentários

  1. Reinaldo Cantanhêde Lima30 de março de 2013 16:24

    QUANTO MAIS SE LER MAIS SE APRENDE. GOSTO DE LER SOBRE A RESURREIÇÃO DE CRISTO. gOTO DE DIZER QUE, JESUS DEU A PROVA DE FÉ. E, SE PERMITIU A MORTE PARA ENSINAR! PREDEMOS ALIÇÃO DE RESISRÊNCIA?
    ABRAÇOS.
    REINALDO LIMA

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Papa convida todos os cristãos a rezar juntos o Pai-Nosso na quarta-feira 25.03.2020

POSSE DO NOVO PÁROCO DA PARÓQUIA IMACULADA CONCEIÇÃO DA BEM AVENTURADA VIRGEM MARIA, MUNICIPIO DE BACABEIRA